Camila Carril
Estilo de vida, Viagem

Honeymoon Diary: Singita Pamushana

Ir ao um Safari para a nossa lua-de-mel, foi a melhor aventura que fizemos… Engraçado que quando a idéia surgiu, o Anthony tava toda animado e eu, nem tanto assim… Pensei que não ia ser muito my cup of tea, porque sempre escolho em ir algum lugar com praia. Eu estava errada, foi a melhor escolha que fizemos! Ir no Safari, ter contato direto com animais selvagens e natureza, foi incrível! Sem palavras, really. Foi, sem dúvidas, a melhor parte da nossa lua-de-mel.

O hotel que ficamos chama Singita Pamushana e fica em Chiredzi, no Zimbábue. Não é um hotel luxuoso, muitas pessoas consideram o local como um paraíso espiritual, por isso ele é conhecido como “Place of Miracles”. Pamushana fica no topo de uma montanha e tem vista da vasta Reserva Malilangwe.

Todos os quartos no hotel são bem espaçosos e muito bem decorados, com artes e cores da tribo Shangaan. Nosso quarto era tão lindo e especial! Ouvimos falar que Catherine Zeta Jones e Micheal Douglas, ficaram lá na lua-de-mel deles! O quarto tinha uma vista maravilhosa e uma piscina privada.

O staff sempre nos acordavam as 5 da manhã – Time to get ready! Depois tomamos café da manhã e fomos para a primeira parte do Safari. A gente nunca sabia o que esperar do dia, então aproveitamos muito cada segundo na selva! Um dos primeiros animais que vimos foi uma girafa. Vimos os 5 maiores também, assim que se passavam os dias no Safari. Eu gostei muito do café da manhã que tivemos no meio da selva… sempre em lugares lindos! Teve um dia, que estávamos do lado de um lago, tendo nosso café da manhã e o nosso guia Mark, viu um monte de pássaros sobrevoando sobre uma área próxima. Ele então disse: É hora de ir, vamos ver o que aconteceu ali, certeza que algo extraordinário. Viramos e dissemos: “WHAT?”, tipo não entendendo nada… o Anthony pegou o binóculos e tentou ver algo ali… Mark disse: Acho que teve alguma caça naquele lugar. Pulamos no carro e fomos em direção ao local. O Anthony parecia uma criança, desesperada para ter doce e eu, com muita dó de talvez ter que ver um animal morto… PORÉM, faz parte da natureza! Quando chegamos no lugar, fizemos nossa primeira caminhada no Safari. Tinha um impala morto e algumas cheetahs de barriga cheia, praticamente do nosso lado!

Alguns de vocês me perguntaram quais tipos de atividades existem lá… o Pamushama tem atividades como: caminhada no Safari (A nossa favorita), visitas a comunidades, pescaria, andar de bicicleta nas montanhas e etc… Os Safaris são todos controlados por grandes profissionais da área. Eles são responsáveis por te mostrar um número gigante de diferentes animais, que includem: cheetahs, leopardos, leões, rinocerontes, cachorros selvagens (aparentemente os mais difíceis de ver, porque só tinham 12 na reserva. Porém, meu guia era o melhor! e conseguimos ver eles) e muitas espécies de aves.

Os locais e o hotel, trabalham juntos para preservar todas as espécies da reserva. Por exemplo, o rinoceronte negro – uma das espécies mais difíceis de ver na reserva. Eles tem um programa de realibitação muito interessante que, tem se mostrado bem eficiente em deixar os rhinos em habitat seguro.

Aaah, quando forem, não esqueçam de visitar as comunidades locais. Super importante irem e ajudarem como puderem. As crianças são muito especiais e tão educadas… Fiquei muito feliz em ver como o programa social ajuda as famílias que ali vivem!

 

Camila x

 

 

HONEYMOON DIARY:

Camila x